Inovação e Transferência Tecnológica

Posted by | December 04, 2013 | Tecnologia | No Comments

DESCRIÇÃO
A Física de Altas Energias é uma ciência básica e, como tal, não se propõe a gerar aplicações imediatas dos conhecimentos adquiridos através do exercício da atividade de pesquisa. No entanto, ela tem uma longa tradição de produzir benefícios secundários capazes de induzir a inovação científica e tecnológica em diferentes ramos da sociedade.  Talvez o exemplo mais notável tenha sido o desenvolvimento da Internet, a qual foi criada na Organização Européia para Pesquisas Nucleares (CERN), e que deu origem a uma das principais revoluções na vida social, econômica e cultural em todo o mundo a partir do final do século passado. O Grid Computing, também desenvolvido para atender as necessidades de processamento dos experimentos, vem sendo hoje amplamente empregado pelo meio acadêmico em todo o mundo e tem ampliado as fronteira sob a forma de Cloud Computing. Ao logo dos anos, a Física de Altas Energias  tem mostrado seu impacto na sociedade de distintas maneiras.

Por um lado, gerando conhecimentos que levam a importantes avanços científico-tecnológicos. A concepção e implantação de um acelerador de partículas como o Large Hadron Collider do CERN e de seus detectores exigem o trabalho integrado de várias especialidades como engenharia mecânica, elétrica, eletrônica e de computação, ciência dos materiais, ciências da terra, além de tecnologias associadas à supercondutividade, criogenia, ultra-alto vácuo, detecção de radiação, etc. As novas técnicas e processos desenvolvidos para a construção desses instrumentos são empregados posteriormente em outros setores como aconteceu, por exemplo, com a ressonância magnética, a tomografia por emissão de pósitrons e a radioterapia oncológica baseada em feixes hadrônicos.

Por outro lado, o treinamento envolvido na formação de um físico da área é capaz de gerar competências que podem ser incorporadas por outros setores. O estudante é levado a buscar diferentes abordagens para solucionar novos problemas, adquire experiência em gestão de grandes projetos e aprende a trabalhar em equipes internacionais. Essas características, associadas a um espírito empreendedor, pode resultar em uma mudança de paradigma na formação de pessoal técnico ao associar o conhecimento acadêmico às necessidades do setor produtivo, causando um impacto importante sobre a sociedade.

A Fundação promoverá discussões e proporá meios eficientes de transferência  de tecnologia inovadoras para o setor de produção fazendo a ponte entre a academia e as empresas.

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.